Bélgica (e algum Luxemburgo e Holanda) | Dezembro 2011

E chegamos à última (e ao mesmo tempo, primeira) etapa da nossa viagem.

A nossa viagem começou precisamente na Bélgica, onde passamos a maior parte dos dias da nossa aventura. Para isso contribuiu não termos ficado num hotel, mas sim na casa de amigos, o que tornou a estadia muito menos cansativa e com uma maior sensação de “casa”.

1. Bruxelas

Algo dentro de mim sabia que ia adorar Bruxelas desde o primeiro momento. É uma cidade simpática, apesar de não ser extremamente bonita ou organizada. É, sem dúvida, marcada pela presença das instituições europeias e pelo cheiro a Waffle que é omnipresente. O primeiro dia foi passado no centro de Bruxelas, a visitar os locais mais típicos: Grand Place, Manneken Pis, Atomium, Mini Europa…

O trânsito de Bruxelas é o maior pesadelo, algo que não tivemos em conta quando decidimos alugar o carro, mas enfim… vale a pena perder umas horas de trânsito para visitar esta cidade.

2. Bruges

Bruges é um clássico na Bélgica. Conhecida como a Veneza daquele país, é caracterizada pelos diversos canais que a compõem. O pior: está absolutamente cheia de turistas a toda a hora. Esta é provavelmente a única fotografia minimamente tranquila que tenho de Bruges, já que evitar os grandes grupos de pessoas é muito, muito difícil. Assim sendo, aconselho uma visita matinal (nesse dia de manhã decidimos parar primeiro em Genf… digamos que se Bruges tivesse o mesmo movimento que Genf àquela hora, seria perfeito!).

Acabámos este dia em Oostende, junto ao mar.

3. Luxemburgo

Porque 5 dias na Bélgica dá para muita coisa, decidimos pegar no carro e ir até ao Luxemburgo. Apenas visitamos a cidade, mas correspondeu às expectativas: pequena, com muitas lojas e… muitos portugueses!

4. Maastricht

Decidimos então ir um pouco mais longe e entrámos mesmo na Holanda. O destino foi a cidade de Maastricht, a qual ainda conseguimos visitar apesar de termos chegado ao final do dia. Havia uma feira de Natal fantástica, com doces típicos e uma pista de patinagem no gelo.

5. Namur

Namur é mais uma daquelas cidades super românticas, com um castelo e uma cidadela.

A nossa viagem acabou onde começou: em Mons. Era fim de semana e ao mesmo tempo era o último dia do ano e fomos visitar mais uma feira de Natal antes de nos pormos a caminho de Amesterdão. Nesta última volta comprei uma mala que perdi em Copenhaga.

A vida na Bélgica deixou saudades: a natureza, a tranquilidade e as pessoas. Foi tão marcante que nos fez pensar que queríamos experimentar viver fora de Portugal e tornou-se o nosso destino de eleição de procura de oportunidades de trabalho fora do nosso país. Mais de um ano depois, estamos noutro país, mas não na Bélgica.

Anúncios
Bélgica (e algum Luxemburgo e Holanda) | Dezembro 2011

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s