Holanda | Dezembro 2011/Janeiro 2012

Continuando a história da nossa grande viagem do ano passado, e mantendo a ordem inversa dos posts, chega então a vez da Holanda.

Graças às boas experiências que passámos na Bélgica, quis o destino que fossemos para a Holanda no dia 31 de Dezembro. A nossa viagem foi feita directamente de Mons para Utrecht, onde parámos para jantar. Sendo o último dia do ano, não restava muita coisa aberta e fizémos apenas o reconhecimento da cidade. Deixou uma boa marca e uma vontade de voltar, mas tendo pouco tempo para chegar a Amesterdão (primeiro ao Hotel e depois ao centro da cidade), seguimos viagem.

Já em Amesterdão passamos o ano junto a uma das pontes, com fogo de artifício a rebentar por todos os lados. Eu sei que é normal em alguns países, mas isto de ter explosivos nas mãos de toda a gente na rua (principalmente numa noite bem regada) não deixou de ser preocupante (e as regras de segurança da UE? Não se aplicam por aqui). Esta não foi a noite ideal para conhecer Amesterdão pela primeira vez. Toda a cidade parecia ocupada por conjuntos de jovens alcoolizados e barulhentos…

No primeiro dia do ano, e tendo em conta que seria um dia meio morto, fomos a Haia. As ruas estavam desertas e não foi uma experiência muito emocionante. Recordando a minha paixão pelo Direito Internacional, atravessamos toda a cidade em busca do Tribunal Internacional de Justiça que, além de fechado, estava em obras… De volta a Amesterdão, passámos ainda pelo Tribunal Penal Internacional.

 

Dia 2 foi passado em Amesterdão. Resta recordar que não ficámos hospedados na cidade, mas sim numa localidade vizinha: IJmuiden. Foi uma boa escolha, porque evitamos o custo excessivo de ficar em Amesterdão na época de passagem de ano e os jovens barulhentos. Para chegar ao centro da cidade apanhávamos o Fast Flying Ferry, o que nos deu uma visão diferente dos canais.

Na cidade, além de passear muito, fomos ao Verzetmuseum (Museu da Resistência Holandesa) – experiência que já contei aqui.

A viagem na Holanda acabou dia 3, dia em que partimos para a Dinamarca. Como o voo era apenas à tarde, aproveitámos o carro e fomos até à cidade de Volendam. No entanto, depressa se tornou claro que uma tempestade estava a caminho. Antes de encontrarmos refúgio neste pequeno café, para beber um capuccino e um chocolate quente, quase fomos levados pelo vento na rua!

E assim chegava a hora de ir para o aeroporto.

Anúncios
Holanda | Dezembro 2011/Janeiro 2012

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s